Resenha: Confesse

Colleen sempre é sinônimo de coisa boa. E esse livro esperei tanto para sair aqui. Prometi pra mim mesma que não ia comprar ele em inglês e consegui me segurar 😀 Aí claro que devorei assim que essa belezinha chegou, né. Então bora conhecer um pouco mais sobre Confesse?

Aos 21 anos, Auburn já passou por muito mais coisas do que qualquer menina da sua idade. Só que agora ela está totalmente desesperada por qualquer tipo de renda que possa lhe ajudar. E um dia, voltando do trabalho, ela passa pela frente de uma porta com um pedido inusitado. Alguém precisa de ajuda desesperadamente.

Nesse prédio, cujas janelas estão cobertas por pedaços de papéis com confissões fica o estúdio de Owen. Ele usa as confissões deixadas anonimamente por todo tipo de pessoa como inspiração para seus quadros. Só que ele está prestes a abrir seu estúdio para os visitantes e sua assistente pediu demição. E é esse trabalho que Auburn aceita.

“Fico boquiaberta e de olhos arregalados enquanto leio todas as confissões que meus olhos conseguem alcançar. […] Se tudo isso é verdade, então talvez minha vida não seja tão ruim quanto penso”.

E é aí que a história vai desenrolando. Owen é o mocinho literário perfeito. Lindo, talentoso e misterioso. Afinal, ele esconde um segredo que pode colocar toda a relação entre ele e Auburn a perder. Mas ele não é o único que não está dizendo tudo. E quando eles acabam se envolvendo, essas coisas que foram deixadas de lado podem acabar mudando a vida deles para sempre.

“Não escolhi ser artista. A arte meio que me escolheu.”

Tenho que falar que ter esperado para ler esse livro foi a melhor decisão que tomei. É muito gostoso ir acompanhando tudo que vai acontecendo com esses personagens. Como eles vão lidando com as situações que a vida impõe.

Auburn é a mocinha sofrida, mas no bom sentido. Apesar das dificuldades, ela é uma mulher forte que não desiste daquilo que importa. Ela é super altruísta, mas com quem isso vocês vão saber lendo apenas 😉

“Ele me beija como se eu fosse uma tela.”

Agora aqui vai a minha confissão: eu não sou a maior fã da Colleen Hoover que existe não. Achei esse livro muito bom, mas nada que se compare com o que “Talvez um dia” fez comigo. #prontofalei

De qualquer forma vale muito a pena. A história é simplesmente linda e o fim vai te deixar de deixo caído, no mínimo.

“Não me perco nem um pouco com ele, porque é a primeira vez na vida que sinto que alguém verdadeiramente me encontrou.”

OBS: Todos os gifs usados nessa resenha são da série Confess, a adaptação que o go90 fez do livro. Parte triste é que no Brasil você não consegue assistir 😦

Sinopse:

Um romance sobre arriscar tudo pelo amor — e sobre encontrar seu coração entre a verdade e a mentira. Da autora das séries Slammed e Hopeless. 

Auburn Reed perdeu tudo que era importante para ela. Na luta para reconstruir a vida destruída, ela se mantém focada em seus objetivos e não pode cometer nenhum erro. Mas ao entrar num estúdio de arte em Dallas à procura de emprego, Auburn não esperava encontrar o enigmático Owen Gentry, que lhe desperta uma intensa atração. Pela primeira vez, Auburn se vê correndo riscos e deixa o coração falar mais alto, até descobrir que Owen está encobrindo um enorme segredo. A importância do passado do artista ameaça acabar com tudo que Auburn mais ama, e a única maneira de reconstituir sua vida é mantendo Owen afastado.

Onde Comprar: Amazon | Saraiva | Travessa

 

Anúncios

4 comentários em “Resenha: Confesse

Deixe sua opinião...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s