Resenha: Arábia – A Incrível História de um Brasileiro no Oriente Médio

Galerinha, hoje vamos conhecer um pouquinho da história do Rafael Coelho. Ele escreveu um livro contando sua experiência na Arábia Saudita. Quando comecei o livro, apesar de ter lido uma resenha sobre ele já, pensei comigo, “nossa, o cara é engenheiro, foi fazer mestrado na Arábia Saudita, vai ser um livro cheio de palavras difíceis e chato da P$#@!” (Porque além de ele contar dele estudando, era na Arábia, país super fechado e conservador, né.) Bem como diz o Rafael no livro, a gente vai cheio de preconceito e toma um tapa na cara. Que livro incrível! Ficou curioso, então olha só…

Você teria coragem de largar um emprego garantido em uma multinacional para ir fazer um mestrado em uma instituição que nem existe ainda na Arábia Saudita? O Rafael teve e conta um pouco dessa experiência nesse livro. Ele conta que nem queria fazer mestrado, mas seu amigo insistiu para que se inscrevesse. Fez o processo seletivo inicial sem muita dedicação, principalmente porque viajaria de graça e ainda ganhava R$ 200,00 (viajar de graça, quem nunca quis né…). No final do processo começou a se encantar por tudo e levar a sério.

O rei Abdullah iria construir uma instituição do nada, no meio do deserto, com um orçamento de vinte bilhões (é, você leu certo!), queria levar os melhores de cada lugar do mundo para ser a primeira turma e assim conseguir conquistar prestígio e tornar a KAUST (sigla da Universidade, King Abdullah University of Science & Technology) famosa e procurada. Para isso o rei dava alguns “agrados” como um salarinho em dólar, um tríplex cada aluno e muito mais.

kaust 2.jpg
Fonte: site Kaust. http://www.carboun.com/sustainable-design/kaust-a-sustainable-campus-by-the-red-sea/

Depois de muito ponderar, Rafael foi. Lá ele conheceu pessoas de toda parte do mundo, viveu experiências incríveis e conheceu muitos países. O mais incrível, além do conhecimento adquirido, é ter seu nome estampado para sempre no prédio principal da universidade como membro da primeira turma a se formar da universidade. Que honra!

Rafael escreve o livro de forma simples e divertida. Parece que você está numa roda de amigos e ele está contando sobre essa passagem de sua vida. Tudo bem explicado, de forma leve e engraçada. Ele conta de tudo, cultura, leis, estudos, até como fazer vinho e cerveja caseiros e como conseguir mulher… Uma coisa super legal é que você acaba conhecendo a cultura e leis do país sem ficar maçante e chato.

Rafael incentiva as pessoas a seguir seus sonhos, sair da sua zona de conforto. Ensina que depois que tomamos uma decisão, devemos “meter a cara” e fazer dela a escolha certa. Nada de ficar nos “e se”.

Logico que, como leu no livro, não é porque tudo deu certo para o Rafael que você vai pegar qualquer oferta que aparecer e sair do país sem antes pesquisar, estudar, se informar. Porque como tem ofertas boas e sérias, tem picaretas que estão somente tentando te “passar a perna”. Ou pior, o trafico de pessoas, de órgãos, etc, esta aí e não é brinquedo não.

Rafael, que história incrível. Parabéns pela coragem e dedicação. Confesso que depois que li seu livro e vi as fotos fui pesquisar a universidade na net… Uau! O Rei Abdullah não brincou em serviço não. Fiquei aqui só imaginando como é estar lá. Não tem como não dar cinco estrelas para esse livro e recomendar várias vezes (coisa que já fiz, minhas amigas literárias e colegas de trabalho que o digam).

kaust.jpg
Fonte: site Kaust http://www.carboun.com/sustainable-design/kaust-a-sustainable-campus-by-the-red-sea/

Vou parar por aqui, caso contrário me empolgo e acabo contando o livro todo. Espero que tenham gostado e eu tenha conseguido motivar a ler esse livro incrível. Ah, eu já comprei o livro que indicou, Um Ano Bíblico: a Experiência de um Jornalista que Viveu um Ano Como a Bíblia Manda de A.j. Jacobs, que será minha próxima leitura… fiquei super curiosa. Vou olhar os do Raiam Santos também.

estrelas5

Sinopse:

arabia

Você largaria seu emprego em uma multinacional para estudar em uma universidade que ainda nem existia?
E se esta universidade fosse na Arábia Saudita?
Pois é… Rafael Coelho largou tudo, se mudou para o Oriente Médio e agora descreve, sob a perspectiva de um jovem de vinte e poucos anos, este curioso relato de forma divertida e minuciosa. 
Na Arábia Saudita há muito mais do que petróleo e sheiks. Trata-se do berço do Islamismo e um dos países mais conservadores e fechados do mundo, onde mulheres não podem dirigir, bebidas alcoólicas são proibidas e a pena de morte é sentenciada por decapitação em praça pública.
ARÁBIA: A Incrível História de Um Brasileiro no Oriente Médio é uma aula de diversidade cultural e respeito às diferenças, usando de histórias reais nas terras sauditas e, também, em países vizinhos, incluindo a Síria, um pouco antes da ascensão do Estado Islâmico.
ARÁBIA é muito mais do que um livro de viagens. É uma leitura inspiradora que mostra como decisões fora da caixa podem ser acertadas e proveitosas. 
Depois de conhecer essa história, será impossível você olhar para “oportunidades bizarras” com os mesmos olhos de sempre.

Onde comprar: Amazon

Anúncios

2 comentários em “Resenha: Arábia – A Incrível História de um Brasileiro no Oriente Médio

  1. Nedi, que demais. Confesso que essa é a primeira vez que vi esse livro e sua resenha me instigou a lê-lo. Adorei! Estou imaginando essa experiência do Rafael e rindo vendo ele ensinar a fazer cerveja caseira, porque você conta que o livro é tipo um papo de amigo. E meus amigos contariam essa experiência de forma cômica. Amei!
    Obrigada pela dica e já estou colocando o livro na minha lista do skoob 🙂
    http://www.papuff.com

    Curtir

Deixe sua opinião...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s